[Resenha] A história de um gato!


Título
: A história de um gato

Autor: Marlene Alves Catanzaro

Editora: Chiado Editora

Resenha: Em um relato bem curtinho, Marlene nos traz a história de Senninha e um pouco do seu amor pelos animais, que foi lhe despertado desde criança. Além da luta diária para salvar, quem se tornou parte de sua vida.

Tudo tem início quando em um dos seus passeios de rotina ao Parque da Água Branca, em São Paulo, se depara com uma cena que lhe chamou atenção, várias pessoas estavam envoltas a um gato amarelo e branco que, depois de ter sido atropelado, lutava pela vida, no chão, sob os olhares curiosos de pessoas que por ali passeavam.

Mesmo vendo o olhar de indiferença de uns, mas o olhar preocupado e desesperado no rosto de outros, ela percebe que ninguém iria fazer algo por aquele animal e decide que precisaria tomar uma atitude. Marlene relata que jamais deixaria aquele gatinho ali, à mercê da própria sorte e decide fazer algo, principalmente pelo olhar que foi trocado entre ela e aquele animalzinho, que no chão a fitava, com um olhar que ia muito além de um pedido de socorro.

Com a ajuda do vigia do local, conseguiram imobilizar o gato e numa maca improvisada, o colocou em seu carro e rumou  à Clinica veterinária mais próxima, que para tristeza dela, estava fechada, mas por indicação dos vizinhos de lá, foi direcionada a um Hospital Veterinário.

Depois da avaliação e de exames, surge o diagnóstico: Três lesões na coluna, o que deixaria o gato paraplégico. E depois de uma tala improvisada e medicamentos para aliviar a dor, ele foi liberado. Marlene agora precisaria saber o que fazer com um animalzinho nequele estado, jamais poderia devolvê-los às ruas. E decidiu que sim, ela assumiria as responsabilidades e faria todos os tratamentos que o gato, agora apelidado de Senninha, precisasse. Ia ser difícil, ela sabia bem. Conciliar os cuidados do gatinho com seu trabalho e com a atenção que já dava para seus outros 5 gatos não seria nada fácil. Mas Senninha havia lhe escolhido e ela havia aceitado o desafio.

No desenrolar da história vemos as lutas diárias de Marlene para conseguir levar Senninha para as sessões de acupuntura, acompanhamos a adaptação do gatinho aos seus novos irmãos. Vemos com compaixão um serzinho encarar sua condição com garra, sem se abater em nenhum momento. Vemos uma mulher determinada, usando de todos os seus esforços para proporcionar uma vida confortável para um gato nessa condição.

Vemos com muito carinho a história dos outros gatinhos e seus comportamentos em relação ao novo habitante da casa, como foi nos permitido também sentir a partida de alguns deles. Também vemos a tentativa de adaptação de Senninha a uma cadeirinha que o ajudaria a melhor se locomover, mas sem sucesso e sua adaptação as botinhas que ajudavam a diminuir o atrito das patinhas sendo arrastadas pelo chão. As lutas para encontrar uma alimentação que ele não tivesse alergia. A luta para livrá-lo de pulgas, umas vez que ele não poderia, como os outros animais, se coçar e isso seria um grave incômodo. E todos esses problemas foram driblados com maestria, pela tutora que foi posta na vida daquele animalzinho como um anjo.

É uma história linda. E eu como – quase – veterinária e amante dos felinos, me senti envolvidíssima e encantada com a garra da Marlene. Quisera, Senhor, que todas as pessoas tivessem ao menos 50% do amor que ela tem pelos animais. O relato é a manifestação visível da solidariedade, do amor ao próximo. É um relato transformador, revigorante. É lindo de ver que no mundo ainda existe gente que é gente. Gente de verdade, sabe? Faz a gente acreditar no ser humano, na vida, ainda que seja naquela porcentagem mínima. Sou muito grata de ter lido. E recomendo!



BÔNUS: Procurando na internet alguma coisa que me trouxesse mais da autora e do Senninha, encontrei umas fotos dele e o depoimento da Marlene em uma entrevista para Virginia Pinheiro do site Viva50, achei agradável trazer as fotos pra cá!



11 comentários:

  1. Oi, Thay!
    O livro não faz muito meu estilo, mas parece ser bem tocante para os amantes de gatíneos.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do #Sorteio1KSeguidores

    ResponderExcluir
  2. Oi, Thay. Raramente vejo um livro que fala sobre gatos, geralmente ficamos limitados a cachorros e ás vezes alguns diferentes disso. Acho muito legal a premissa da história porque sou apaixonada por esse animal e entendo que cuidar de um que passou por um trauma grande, adaptá-lo a nova rotina e claro, ter muito amor para dar.
    Com certeza quero ler a história!
    Beijos, Miriã Caetano
    Blog Leitora Encantada

    ResponderExcluir
  3. Oi Thay!

    Menina que resenha linda meu deus! Fiquei com coração na mão, acho que nunca li um livro sobre animais ou que tem bastante presença deles sabe? Não que eu me lembrei mas fiquei tão emocionada, foi tão legal da parte da protagonista fazer isso, eu queria ajudar tantos sabe? Mas nesse caso é mais difícil, faço o que eu posso e defendo quando alguém maltrata ou trata os animais como se eles não sentissem nada sabe? É triste isso gostei do livro e adorei a foto, amei a resenha flor.

    Beijinhos

    Resenha Atual

    ResponderExcluir
  4. Oi, Thay.
    Ah que livro mais amor, fiquei com vontade de ler.
    Beijo

    www.tecontopoesia.com

    ResponderExcluir
  5. Olá, fiquei bem curiosa com a história
    *já sigo o blog
    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  6. Oi Thay, tudo bem?

    Juro que quando li o título eu pensei em fofura, mas o pobre gatinho passa por uns maus bocados. De qualquer forma parece ser uma história linda <3

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  7. Olá, Thay.
    Como amo gatos, esse livro já entrou para a lista. E já sei que vou me emocionar, porque já me emocionei aqui lendo a resenha hehe. E também vou indicar para uma amiga que também já fez isso várias vezes de pegar animais feridos na rua.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Confesso que não é o tipo de leitura que gosto de fazer. Além disso, tenho sérios problemas com animais, pois eles sempre querem me morder. Não chego nem perto rsrsrs
    Mas pra quem gosta de animais, principalmente de gatos, esse livro é um prato cheio.

    Abraço!
    http://tudoonlinevirtual.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Thay!
    Que amorzinho, eu não posso ter gatos, sou alérgica, rs.
    Mas parece um livro incrível para quem os ama.
    Beijo
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Aii que livro fofo,dá vontade de ler agorinha mesmo rs
    Adorei sua resenha e a história parece ser mesmo encantadora :D
    Beijos ^.^
    littlewonderscrm.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Confesso que não sou muito fã de gatos, mas a história parece ser emocionante amei a resenha, muito bem escrita bjs

    Taynara Mello www.indicarlivros.com

    ResponderExcluir

Já que você chegou até aqui, que tal deixar-me um recadinho?
Sua opinião é muito importante ♥