[Resenha] Não se apega, não.


Título: Não se apega, não.

Autor: Isabela Freitas

Editora: Intrínseca

Resenha: Nesse livro a autora conta suas experiências tanto com amores, quanto com amizades. Onde o enfoque principal é o de não se apegar - retratado através da personagem Isabela que é uma adolescente que ama ler e tem sonhos de uma garota qualquer... O de encontrar seu príncipe encantado, se apaixonar, se entregar e ter o típico Felizes para sempre.
Mas como nem tudo são flores, a autora nos mostra que assim como Isabela, todos estamos sujeitos a cair nas armadilhas da vida e ter o nosso coração partido. Ora por um amor, ora por uma amiga - ao mesmo tempo que nos mostra que a vida segue e que ela é muito curta para perdermos tempo, estagnados nas desilusões.
Então, de forma bem descontraída, a autora compartilha experiências amorosas, sempre enfatizando que o amor próprio é a base de tudo. Assim como nos mostra também a importância de passar por esses deslizes sabendo separar o que você deve deixar pra atrás e o que você deve levar na bagagem, como experiência. 
Gostei muito, confesso que até mais do que esperava. Quem me conhece, já deve ter me ouvido falar que transbordo de receio quando o assunto é literatura brasileira. Mas – recentemente - me ouvem dizer também que muitos dos novos autores tem me surpreendido. E positivamente.
Isabela tem uma escrita leve e inteligente e embora muito do que ela escreveu sejam coisas que a maioria de nós já sabemos, sua narrativa nos mostra o óbvio por perspectivas mais dinâmicas e bem construídas. Dá pra tirar muita coisa boa – pra levar pra vida. É um bom livro de autoajuda pra quem precisa abrir os olhos para a realidade dos relacionamentos e términos. Recomendo master!

Um dos milhares de quotes: "É. Você nunca vai ser feliz se não se permitir. Não se apega, não. Desocupe lugares. Incinere o velho para abraçar o novo. O passado só existe em fotografias, as pessoas mudam, o coração cicatriza. Aquele que se recusa a mudar se recusa a ser feliz".

4 comentários:

  1. Que lindaa. Sou louca para ler esse livro. Até marquei na minha meta, mas não comprei ainda hahah
    Assim que ler eu volto pra dizer o que achei *-*
    Beijinhos

    http://casinhadaliteratura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gostei muito, Rachel.
      Tomara que você goste ;)

      Excluir
  2. Eu imaginava que esse livro era mais pra adolescente, mas pela resenha, percebo que não. Foi uma ótima dica, por sinal!
    Mais um pra lista de #EuQuero! Hahaha :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É porque é muito reflexivo, Rê... Mas a pegada é adolescente mesmo!
      Acho que tu iria gostar, compra >.<

      Excluir

Já que você chegou até aqui, que tal deixar-me um recadinho?
Sua opinião é muito importante ♥