[Resenha] Quem mexeu no meu queijo?

Título: Quem mexeu no meu queijo? - Para Jovens.

Autor: Spencer Johnson

Editora: Record

Resenha: O livro é uma parábola que retrata as mudanças e os diversos comportamentos frente às decisões que temos que tomar. Retrata a vida nas suas reais formas, com seus obstáculos, surpresas e transformações.
A história gira em torno de dois homenzinhos, Haws e Hems e de dois ratinhos, Sniff e Scurry, que vivem em um labirinto à procura de queijo, mas que em meio a essa atividade incessante, um certo dia, encontraram uma montanha de queijo depositado no Posto Q.
Os homenzinhos - como é típico do ser humano que se acomoda, - acharam que a quantidade era bastante e o suficiente para não ter de procurar mais. Por outro lado, mesmo tendo as mesmas conclusões deles, os ratinhos continuaram sua atividade de acordar cedo e ir sempre em busca do queijo no local predestinado.
Os dias foram se passando e o queijo foi diminuindo, até o dia em que voltaram ao Posto Q e o encontraram vazio. E é aí que nós começamos a entender como frente à uma mesma situação há pessoas que agem das mais diferentes formas. O autor usa com maestria o sumiço do queijo para retratar as diversas características do ser humano - adaptando à nossa realidade - quando o queijo a que o livro se refere são os objetivos que você quer alcançar... Ir em busca do queijo, é ir em busca do que você deseja realizar. E o labirinto onde os personagens vivem a história, representa o lugar onde ocorrem as buscas incansáveis por seus objetivos. Independente de que seja na escola, no emprego, na família ou até nas relações pessoais. Então, tanto o queijo quanto o labirinto são postos como uma metáfora revelando o que queremos na vida e assim cada um tem o seu conceito do que o queijo significa para si.
Com isso, dúvidas são geradas: "E agora? O que será melhor? Esperar que o queijo volte ou sair a procura de um queijo novo? E se for pior se eu me mexer?”

Cada um dos personagens teve uma reação diferente em relação ao sumiço do queijo velho e a ideia de sair a procura do queijo novo... E com o desenrolar da história vemos nitidamente isto evidenciado nas atitudes de Sniff, que é aquele que percebe rápido as mudanças, mas é mais lento para agir. Scurry, que é o que sai em atividade, é mais decisivo. Hems, um dos homenzinhos, o que não aceita as mudanças e resiste a todas elas, argumentando que não devemos avançar porque sempre pode acontecer algo pior. E Haws, o outro homenzinho que é o que melhor se esforça para se adaptar aos novos acontecimentos e ao tempo e acredita que as mudanças nem sempre podem nos levar a algo ruim. 

Agora eu pergunto, quem é você?!

O autor nos leva à uma atividade de (re)descobertas do próprio eu, onde você tenta descobrir em qual personagem você melhor se encaixa, revelando quem você é de verdade e objetivando assim o que pode interferir ou não no seu crescimento.

Ao longo do caminho e cansado de tanto reclamar, Haws reflete sobre como vinha se comportando de forma irracional e ganha mais estímulo para procurar um queijo novo, evidenciado nas mensagens que ele vai deixando na parede na tentativa e esperança de que Hems também saia de onde estava e tenha o mesmo estímulo que ele. Por outro lado, os ratinhos já haviam achado o novo local recheado de queijo, que foi tomado com muita felicidade, a mesma que Haws sentiu quando o viu - aliada a tristeza de saber que talvez seu amigo não tivesse a perseverança, a quebra dos medos que ele teve de ir em busca do novo.


Foi genuína a maneira como o autor desenhou os ratinhos - que são seres irracionais -, como os que tiveram melhor sucesso do que os homenzinhos - seres pensantes – que foram dotados de dificuldade, mostrando assim que os problemas que existem, muitas vezes não são provenientes dos lugares ou de circunstâncias, mas de medos e escolhas que nós mesmos agregamos às situações.
É um ótimo livro de reflexão. De linguagem simples e leitura deliciosamente rápida. Nos faz pensar em nossas situações e em como lidamos com elas. É possível tirar grandes lições onde carregaremos eternamente. Nos mostra o quanto é difícil lidarmos com as mudanças, mas em contrapartida, nos mostra também que de nada adianta resistir à elas.
Se adaptar nem sempre é fácil, mas enxergar a realidade nunca vai ser tão clara se não ousarmos sair da nossa zona de conforto, se jogar nesse labirinto amedrontador que é a vida e ir em busca do nosso queijo, no tão desejado Posto Q .

É uma analogia ao cotidiano do ser humano sujeito à mudanças inesperadas e talvez intimidadoras. É o tipo de livro que “cai do céu” no momento certo, não há quem o leia e diga que a leitura não o ajudou... Daí eu descobri que: A gente não escolhe ele. O livro "Quem mexeu no meu queijo?" escolhe a gente. É um livro de autoajuda incrível, se você está passando por alguma fase de mudanças, fica aqui a indicação

41 comentários:

  1. Esse livro é tãããão tua cara! kkkkk
    Impossivel não lembrar daquela fase do teu trabalho, rs. E tua indicação também que me ajudou bastante, mesmo percebendo depois de tantos anos que tinhamos lido os livros diferentes, rs. Mas pela resenha, percebe-se que a temática dos dois seja a mesma. ;)

    ResponderExcluir
  2. Respostas
    1. Aquela fase, misericórdia! Pula essa parte rs
      Surpresa por você ainda lembrar disso!!
      O livro me ajudou muito na época!
      E é sim, Rê. Acredito que o autor deve ter adaptado somente a linguagem à cada faixa etária, mas acredito que a temática seja a mesma!

      Beijo :*

      Excluir
  3. Já tinha ouvido falar tanto nesse livro quando era mais nova, só que eu não sabia nem do que se tratava exatamente, muito bacana a sua resenha e adorei o livro, quero ler também :D

    http://confissoesdeumaaprendiz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá :)
    O livro parece ser feito para todos os públicos! e me pareceu bem interativo!
    Adorei sua resenha!

    Beijão,
    http://livrosentretenimento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Haha! Amei o livro. Amo queijo e acho que eu adoraria ler esse livro. Me chamou muito a atenção. Gostei da resenha.

    ResponderExcluir
  6. Sempre tive vontade de ler esse livro, mas nunca tive oportunidade :c A vida tem dessas, né? Fazer o quê.
    Alias, precisa dizer que eu adoro queijo? (e quem não?)
    Abraço, sucesso ai no blog!
    blogestrelasdepapel.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tomara que você tenha outra oportunidade, vale muito a pena!
      Bem vinda ao clube <3 (do queijo)

      Excluir
  7. Oi Thay !! Tudo bem linda ??
    Eu simplesmente amei a resenha *-*
    Gosto de livros que nos tragam a lição e sejam simples de ser entendidos !! Realmente muita das vezes nos acomodamos ao que temos que se perdemos de uma hora pra outra não sabemos o que fazer e o medo pode ser um obstáculo.
    Quero ler *-*
    Bjim

    blogpatyrezende.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Resumiu perfeitamente a premissa do livro, Paty!!
      Leia mesmo, você vai gostar ;)

      Excluir
  8. Oi, Thai! Esse livro é super bem comentado por aí. Eu já li mas a versão antigona. Curti a resenha.Beijos
    SIL ~ Estilhaçando Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, Sil!!
      Esse aí é uma versão antiga tbm, eu adoro *.*

      Excluir
  9. Oi, tudo bem? Já ouvi falar desse livro mais ainda não comprei. Achei bem legal.

    http://www.blogmemories.com.br

    instagram: @robsonvascovith

    ResponderExcluir
  10. Resenha maravilhosa esse livro é muito bom amei
    Novo Vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=06avCiMDYGA
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Nossa, eu li esse livro há tantos anos que nem sei o que achei dele hahahaha
    Acho que está na hora de reler!


    >> Vida Complicada <<

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awn!! Que bacana, hein?
      Releia, ele é tão curtinho *.*

      Excluir
  12. Oi Thaina!
    Eu lembro que esse livro estava na moda uns anos atrás! Fazia tempo que não via ele por aí.
    Eu ainda não li, mas parece ser muito interessante.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sim!!
      Se tiver como, dê uma oportunidade para ele, vale a pena ;)

      Beijinhos :*

      Excluir
  13. Já li esses livro na forma ilustrada (muito fofo) e já vi um vídeo que retrata a mesma história, inclusive foi materia de prova de administração hahaha.
    Realmente é ótimo e a leitura transcorre de forma graciosa.
    Parabéns pela resenha, beijos!
    www.estantedorefugio.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Nossa, eu tenho vontade de ler esse livro... Adorei a sua resenha.

    Beijos

    Meu Meio Devaneio

    ResponderExcluir
  15. Eu adoro esse livro. É um dos melhores livros. Já li 3x.

    Beijos Amora
    Amoras com Classe

    ResponderExcluir
  16. Olá,
    Não curto muito o genero então não fiquei interessado na leitura, ainda assim, gostei da sua resenha.
    Abraço,
    Leitura Fora De Série

    ResponderExcluir
  17. Oie! Adorei a resenha, mas o livro não me chamou a atenção!
    Bjs, se puder comentar nessa resenha eu agradeço: http://resenhasteen.blogspot.com.br/2015/12/a-garota-inglesa.html

    ResponderExcluir
  18. Oi Thay!
    Que fofo esse livro, e ainda é cheio de reflexões e mensagens importantes. :)
    beijos ♥
    nuclear--story.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É o mais bonito dele!
      As reflexões são ótimas <3

      Excluir
  19. Oi Thay!
    Confesso que sempre leio elogios desse livro, mas nunca peguei para ler.
    Nem a sinopse eu sabia, rs. Talvez um dia, não estaria na minha lista de 'mais empolgada para ler'.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haha
      Estou torcendo para que você leia um dia então rs

      Excluir
  20. Oi! Confesso que esse é o tipo de livro que nunca dei bola, mas que agora que li sua resenha (maravilhosa!) fiquei com muita vontade de ler! Me lembrou um pouquinho "O Mundo de Sophia".

    Beijão, Guta! ♥
    www.opinada.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awn!!!
      Que bom que consegui te fisgar um pouquinho *.*
      Espero que você leia mesmo!

      Beijinhos :*

      Excluir
  21. Já li esse livro umas 3 vezes e o "filme" vi umas outras 3. Amo demais essa história. Lições de moral sobre empreendimento, comprometimento, sair da zona de conforto e tudo mais. Acho que todos deviam ler, apesar da maioria achar bobo.

    Visite: Cantina do Livro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo que a maioria acha bobo, muita gente não entende a mensagem do livro, o que é lamentável!
      Mas calma aê!! Tem filme?
      Procurando em 3... 2... 1

      Excluir

Já que você chegou até aqui, que tal deixar-me um recadinho?
Sua opinião é muito importante ♥