[Resenha] Cinderela Pop - Paula Pimenta!

Título: Cinderela Pop

Autora: Paula Pimenta

Editora: Galera

Resenha: Em Cinderela Pop conhecemos Cintia Dorella, nossa protagonista. Cintia é uma garota adorável, decidida, muito determinada, adora música, é estudiosa, mora com os pais e tem uma vida confortável. É a típica princesa dos dias atuais, só faltava mesmo um príncipe.


Criada a maior parte do tempo pelo pai, pois a mãe, devido a sua profissão, passava a maior parte do tempo viajando. Assim, mãe e filha se comunicam por chamadas de vídeo na internet e devido aos fusos diferentes, Cintia falava todos os dias com ela no intervalo das aulas, era o melhor horário para as duas. Tudo parecia estar às mil maravilhas, até que a garota descobre através de um flagra que, enquanto a mãe dela viajava, seu pai a traia com a secretária. Seu mundo desabou naquele dia e depois da separação deles, ela preferiu ir morar com a tia. Foi aí que ela sentiu muito mais a necessidade de falar com a mãe nos intervalos das aulas. Mas é aí também que o segundo problema surge: O diretor de sua escola proibiu todos os alunos de usarem celular na escola. E agora? Como ela manteria contato com a mãe?

Sem alternativas a garota tem a ideia de falar com pai e pedir que ele peça à Direção da escola que a libere para usar o celular, alegando ser um pedido de força maior. Como chantagem, ele concede, mas a obriga a ir ao aniversário de 15 anos das filhas da sua nova mulher, o que deixa a garota extremamente irritada, mas aceita.

Nesse meio tempo, o namorado da sua tia, que trabalha com música, descobre na garota uma facilidade dela para aprender mais sobre música e mixagem. Assim... Cintia aflora seu lado musical que tanto ama e se descobre DJ.
O aniversário das suas “irmãs” se aproxima e coincidentemente no mesmo dia ela é convidada para tocar em uma festa de aniversário, é quando descobre que se trata da mesma festa. Sem saber o que fazer e como fazer, sua tia a aconselha que ela vá mascarada tocar como DJ e a meia noite que troque de roupa e só apareça no baile para marcar presença. Seu pai pelo menos a vendo lá, nem que fosse por pouco tempo, seria suficiente. E assim ela fez.

O que ela não esperava era encontrar um garoto, de antemão, super interessado na sua música, mas que ao chegar à sua cabine, se mostrou interessado muito além das suas mixagens, mas na própria garota também. Ele estava mascarado e só depois é que a mocinha descobriu que o garoto que a visitou era o tão famoso Fredy Prince, o garoto mais cobiçado pela garotada e que iria fazer o show após a sua apresentação.

Em contrapartida, depois de uma conversa não muito calorosa, Fredy vai embora sem saber de fato quem era a DJ Cinderela e após a festa a única coisa que ele ficou como prova de que aquela noite foi real, foi um par do seu all star que ficou no local onde Cintia tocou e trocou de roupa.

Apaixonados à primeira vista, o desenrolar nos mostra o dilema de Fredy movimentando a mídia para encontrar a garota misteriosa do all star e Cintia tentando conviver com os conflitos do pai e as ameaças da madrasta - inclusive a de nunca falar que ela era a dona do tênis porque a mulher do seu pai tinha interesse que Fredy ficasse com uma de suas filhas.
O final, como todo conto de fadas, vocês já imaginam.

História similar à alguma que vocês conhecem?
Sim!

Cinderela Pop é uma releitura do clássico Cinderela. É a história contada de forma mais divertida, dinâmica e atual. Aqui você vai encontrar a princesa, o príncipe e também a vilã. Vai encontrar amores, desamores, alegrias, lágrimas, realizações, o baile e o encanto interrompido a meia noite - tudo bem desenvolvido pela ótica do mundo moderno.

É uma história divertida, fluida, curtinha, desenrolada e que em nada fica atrás do clássico da Disney. Um livro que, embora uma releitura, é original, leve, sagaz e descontraído. Vemos muito da história original da Cinderela em Cinderela Pop e foi uma delícia recordar e ver a história adaptada e com a modernidade como o diferencial.

Acho Paula uma autora extremamente criativa e isso eu descobri no primeiro livro dela que eu tive o prazer de ler: “Princesa Adormecida”. Ela tem uma escrita envolvente e facilmente nos vemos devorando seus livros e que mesmo sendo direcionados para o público infanto-juvenil, são leituras para todos.


4 comentários:

  1. Oiii Thay

    Eu morro de vontade de ler algo da Paula Pimenta, mas ficava receosa por qual começar porque tinha receio de achar alguns um pouco infantis demais já pra mim, esse da Cinderela parece ser mega divertido mesmo, acho que seria uma leitura bem legal pra fazer. Vou anotar a dica.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Thay,
    Eu amava ler os livros da Paula Pimenta, mas faz um tempo que não os compro. A Cinderela é minha princesa favorita, então certeza que eu iria me apaixonar pela história também! rs
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. AAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!
    Até que fim você leu ♥
    Eu AMOOO a Paula e amo esse livro. É difícil não gostar dessa escrita impecável dela ♥
    Que bom que gostou!
    Outono Literário

    ResponderExcluir

Já que você chegou até aqui, que tal deixar-me um recadinho?
Sua opinião é muito importante ♥