[Resenha] Onde Deixarei Meu Coração!

Título: Onde Deixarei Meu Coração.

Autora: Sarra Manning.

Editora: Galera Record.

Resenha: Onde deixarei meu coração, apresenta Bea, uma adolescente de 17 anos que se acha completamente com menos atrativos que todas as garotas da sua idade. Bea é a típica garota comportada, com boas notas, que não curte festas, não se acha bonita, ainda não deu seu primeiro beijo e além de não ser nem um pouco popular, preenche todas as lacunas no quesito boa filha. Assim, essa mistura de qualidades e talvez defeitos faz dela uma menina ingênua e cheia de sonhos. Vive com sua mãe e suas avós. Sua mãe é muito jovem e foi uma adolescente cheia de erros, ter engravidado cedo é um exemplo deles, o que faz dela uma mãe exageradamente superprotetora e que teme que a filha cometa os mesmos erros que ela.
Bea tem fascínio pela França e maior que isso, tem o sonho de encontrar seu pai, que sua mãe conta ser francês e que infelizmente ela nunca teve oportunidade de conhecer. Não lhe contando nada mais que isso, sua mãe parece ter tudo sob controle. 
A coisa toda muda quando Aeysha sua ex-amiga a faz um convite para saírem juntas e no gancho nesse convite aparece a proposta de Ruby - a líder do grupo das populares e um dos motivos de Aeysha tê-la abandonado – que é de se juntar a elas e Bea surpresa por ter chamado a atenção do grupo, depois de muito pensar, junta-se às garotas.

"(...) Você só segue a maré, mesmo que a maré não esteja na direção que você quer ir."

Ruby, dotada do poder de persuasão, começa tentar fazer de Bea, a adolescente que ela acha que ela deve ser. Algum tempo depois surge um convite de Ruby, para que todas possam viajar com ela para Málaga, na Espanha. Sem esperanças de que sua mãe deixe, Bea recusa o convite que é permitido por sua mãe após a mãe de Ruby ter feito uma dramática cerimônia para conseguir a permissão.
Bea mal pode se conter de felicidade ao se dar conta de que vai viajar com as garotas. Mas as verdadeiras intenções das meninas aparecem logo no primeiro dia da viagem, o que a faz entender que mais uma vez ela fora usada e que estava prestes a ser descartada pelo plano de Ruby e seu bando que precisavam dela, que é uma garota inteligente e boa filha para convencer seus pais a viajar de forma independente.
Poderia ter sido mais um fracasso para sua lista de fracassos, mas isso faz da garota ingênua, uma garota mais forte. Cansada de ser passada para trás, Bea decide dar a cartas dessa vez e depois de dar o troco para todas elas, parte do local, sem rumo, mas com uma personalidade nova e dotada de determinação.
Engana-se se você acha que ela voltou para casa, a menina recatada que até então só se importava em agradar aos outros e pouco importava se as pessoas retribuiriam, pega um trem para Paris, em busca não só da sua satisfação pessoal, mas em busca do que era dela e ela nunca teve, seu pai.

"(...) Mas às vezes o que você sente por outra pessoa não faz sentido, simplesmente é."
 
Tudo teria sido mais fácil se ela tivesse acordado no ponto certo e descido do trem, mas Bea tira um cochilo e vai acordar em uma cidade estranha, que nada parecia com a Paris dos seus sonhos e é amparada por um grupo de mochileiros que a adotam e que é aí onde ela conhece Toph, um garoto que lhe chama atenção e que de antemão já lhe faz perceber que será o escolhido para ocupar o novo cargo de sua mais nova paixonite.


Assim, como toda história ambientada em lugares lindos, os mais lindos sentimentos afloram, aliados àquele palco de altíssimo portento da Cidade Luz, que é onde Bea e Toph constroem uma linda história de amor e amizade e como a própria chamada do livro diz - não sei se foi o intuito maior da autora - mas a minha ênfase é mesmo dado à busca de identidade. Bea descobre sentimentos, verdades e talentos que ela mal sabia que existia. O fato de ter que lidar e conseguir se adequar às situações atípicas de um país ao qual não pertence, lhe confere amadurecimento e independência, que para tanto é notável no seu crescimento que pode ser comparado à Bea simples e reservada, com a Bea em solo parisiense, mais decidida.
A relação que é criada entre os personagens principais fazem do casal protagonista um belo exemplo de pessoas que se querem bem, que se cuidam e estão dispostos a continuar se ajudando mesmo em meio as barreiras do tempo e espaço.

“Este ano eu aprendi que a vida não tem esses finais bonitos e arrumadinhos que você pode embrulhar com um laço. É mais bagunçado que isso.”

É o tipo de livro que não tem nada de muito espetacular, acho que dei 5 estrelas pelo único e aparente motivo de ser uma história em que a personagem me fez me enxergar nela em diversos aspectos. Bea não tem uma personalidade incomum, é facilmente possível encontrar Bea’s por aí, que não só compartilham dos seus medos e qualidades, mas que também em muitos casos não tem um pai, ou vivem sonhando com a Cidade Luz.

Sarra tem uma escrita extremamente fluída e embora seja mais um romancezinho clichê, a ênfase que é dada para o principal motivo pelo qual tudo começa, que é o local onde também tudo termina, embeleza a história e se torna muito fácil se apaixonar ainda mais por Paris - para quem já sonha. E começar a se apaixonar - para quem nunca ousou pensar na possibilidade.

26 comentários:

  1. Olá :)
    Vou sincera com você, eu abandonei esse livro quando tava nas primeiras 80 páginas, mas vendo que você deu a ele 5 estrelas me deu vontade de retornar a leitura.

    Beijão,
    http://livrosentretenimento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O começo não é muito interessante mesmo, mas ele melhora um pouquinho ;) Dei 5 estrelas pelo motivo que justifiquei, mas ele não é um livro 100% não rs

      Excluir
  2. Amei a sua resenha Thay! Apesar de nossas opiniões serem diferentes, parece ser bem legal o livro. :)

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem?
    Não conhecia a leitura, a capa eu achei um amorzinho! hahah
    adorei a resenha!

    http://blogexplicita.blogspot.com.br/

    Sorteio de livro rolando no blog, participe: http://goo.gl/i03FzM

    ResponderExcluir
  4. Estou apaixonada por essa capa, a resenha ficou incrível, despertando aquela vontade de ler o livro e descobrir um pouco mais sobre Bea...
    Já estou seguindo <3
    Beijos

    http://findinggtheway.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Quando esse livro foi lançado eu tava louca pra ler ele, mas depois de um tempo fui esquecendo e esquecendo e até hoje nunca li. Mas depois da sua resenha a vontade de ler voltou! Vou colocar de novo na wish list hahaha

    Beijos,
    Ana.
    http://nasuaestanteblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele me ganhou na época do lançamento mesmo *.*
      Eu esperava mais, mas tomara que você goste ;)

      Excluir
  6. Despertou minha curiosidade e vou procurar ele aqui pela cidade, pois ao ler a sua resenha me identifiquei com o estilo da leitura. Beijos, fique com Deus.
    www.lendoeaprendendoblog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Que livro!!! *-* Sua resenha foi ótima! Já quero ler! Obrigada pela visita, já estou seguindo tbm (:

    Kissus, fica com Deus e feliz Natal! :D

    http://16primaverasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. A capa desse livro é muito linda!
    Sua resenha tá maravilhosa,parabéns!
    Surgiu um certo interesse em ler depois desse post.
    Bjo

    http://estantelivrainos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Olá!!!!
    Nossa que legal! Adoro ler e pela resenha deste livro parece ser muito interessante a história. Adorei as frases em grifo. Me instigou ainda mais conhecer o livro.
    Sua resenha está perfeita, com certeza induz a buscarmos pela leitura.

    Estou seguindo seu blog,gostei daqui.
    Te convido a conhecer o meu também.
    Super beijo,
    Sah Errera
    Blog Sabrina Errera
    Fan Page: https://www.facebook.com/blogsabrinaerrera

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os quotes foram ótimos mesmo ;)
      Que bom que gostou *.*

      Excluir
  10. Oi, Thay!
    Não conhecia o livro. Eu gostei da sua resenha e, quem sabe, darei uma chance algum dia.
    Beijos
    Balaio de Babados | Participe da promoção Natal do Babado

    ResponderExcluir
  11. Meeeoooo Deeeooosss. Me apaixonei pela capa. Amei a resenha e espero lê-lo em breve e amar tanto quanto você.

    garotoliterariio.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. O Thay!

    Me apaixonei por essa capa desde a primeira vez que vi ela! E sua resenha está ótima!! Tá na minha lista já hahahaha

    Bjs!
    Um Amor de Livro

    ResponderExcluir
  13. Não conhecia o livro, mas super me interessei. Gostei da resenha :)
    Obrigada por comentar no meu blog!

    http://colorful-mushrooms.blogspot.com.br/

    Beijoos ;*

    ResponderExcluir

Já que você chegou até aqui, que tal deixar-me um recadinho?
Sua opinião é muito importante ♥